Google+ Followers

31.8.12

Convicções e aprendizado

Seja sempre coerente consigo mesmo. Seja firme em suas convicções.
 
Seja humilde sempre, reconheça seus erros e repense seus princípios quando estiverem errados. É ato de grandeza moral abandonar o erro, aprender e assim evoluir.
 
Mas enquanto sua razão, sua fé e sua consciência lhe disserem que está no caminho certo, por coisa nenhuma deste mundo volte atrás. É digno de si e do respeito de todos aquele que sabe ser fiel às suas convicções e credos.
 
A pior derrota é aquela que acontece quando se trai as próprias convicções!
 
Extraído de "Comece o dia feliz", de J. S. Nobre - Edições Paulinas, São Paulo-SP, 1990.

13.8.12

A Lei de Deus e o Amor.

A Lei de Deus está assentada - toda ela - no Amor, tal como nos descreve o evangelista naquela passagem do jovem que, ao aproximar-se do Cristo, perturbado por causa das tentações do mundo e em face das suas naturais fraquezas, perguntou-lhe: "Mestre, o que devo fazer para salvar-me?". E o Senhor, colocando-lhe as mãos nos ombros, disse-lhe: "Amarás ao teu Deus de todo o coração e com toda a tua alma, e ao teu próximo como a ti mesmo. Faze isto e terás o Reino de Deus".
 
Extraído de "Comece o dia feliz", de J. S. Nobre - Edições Paulinas, São Paulo-SP, 1990.

7.8.12

Bendiga a Deus também no sofrimento.

Bendiga a presença do amor de Deus através de algum sofrimento.
 
Ele costuma visitar os seus filhos fazendo-os rir no gozo da saúde e felicidade. É quando dá o seu amor.
 
Mas, às vezes, Ele quer provar se também é amado. É quando faz o teste com a injeção de uma dor ou de uma lágrima.
 
Nessa hora Ele quer que você se lembre de que todos aqueles que passaram bem por estes testes chegaram lá em cima muito machucados, mas estão na glória de Deus!
 
Extraído de "Comece o dia feliz", de J. S. Nobre - Edições Paulinas, São Paulo-SP, 1990