Google+ Followers

28.5.07

Contra a corrupção... Privatização! E abaixo os impostos!

Frase do Roberto Jefferson: "No governo Lula, escândalo de corrupção é igual a menstruação: todo mês tem."

Tudo bem. Conseguiram nos convencer que 'todos são iguais', na bandalheira. E que não mais há mais jeito mesmo... Então o negócio é deixar como está para ver como é que fica? Negativo!

Sem essa de que apenas precisamos mudar o sistema eleitoral para ter mais representatividade e menos corrupção! Que isso é importante, sim, é. Mas não creio que seja tudo. Afinal, esquecem-se alguns de que os parlamentares criam as emendas, mas que paga os 'fornecedores' é o Executivo. Quem tem a 'caneta' na mão, e a chave do cofre é o chefe do Executivo, seja ele municipal, estadual ou federal.

Para mim, o grande mal da corrupção é o tamanho do Estado. É um imenso e voraz predador, que entretanto segue sendo sugado por parasitas de toda espécie... E quanto mais lhe sugam o sangue, de mais sangue de suas presas (nós, os 'contribuintes') precisa!

A solução dos problemas de corrupção passa, principalmente, pela diminuição do poder econômico e da presença do Estado em todos os setores da economia, deixando-lhe apenas funções essenciais como a legislativa, a justiça e a segurança pública e nacional. Nada de negócios estatais, que viram cabides de emprego e fontes inesgotáveis de recursos, fisiologismo e escândalos.

E passa também pela diminuição drástica dos impostos. O Estado já detém o poder de polícia e o poder político. Não pode acumular também o poder econômico, tal como o faz hoje e ainda vem aumentando absurdamente. E como conseqüência, aumentando também a corrupção. Enquanto o governo gaba-se de combater a corrupção, mostrando o número de presos e os criativos nomes das operações que se sucedem, eu vejo que, na verdade, a corrupção está é em franca ascedência. Banalizaram e institucionalizaram até a corrupção!!!

Creio que os impostos estão para a corrupção no trato da coisa pública assim como a água está para o mofo (bolor) ou o milho do paiol está para os ratos: quanto mais, melhor!

Então, para estancar a sangria da corrupção, que tal começar pelo corte do 'sangue' em circulação? O dinheiro dos impostos! Menos impostos, menos Estado, menos corrupção. Simples assim.

Nenhum comentário: