Google+ Followers

19.11.11

Conservador...

Eu não faço parte da turba ruidosa que quer mudar o mundo, revolucionar, protestar, quebrar e reagir.

Eu não me vejo como enchentes e tsunamis que impõem-se pela força e volume, causando mudanças bruscas e rupturas, mas deixando atrás de si um rastro de desolação, destruição e morte.

Sou como a imensa maioria, parte das caudalosas águas de um rio manso que vai seguindo seu caminho rumo ao mar. E na sua serenidade, vai moldando suas margens pelos séculos a fio, interligando lugares e pessoas e levando a abundância aos milhares que povoam suas margens.

Isto é ser conservador? Então eu o sou!

Nenhum comentário: