Google+ Followers

29.7.05

Fernando Henrique tinha razão.


Não sou partidário do PSDB, nem defensor do ex-Presidente, Fernando Henrique, a quem credito grande parte da culpa pelo crescimento do PT e dos ' movimentos sociais ' como o MST, através de milhões - quiça bilhões - de reais despejados nas mãos deles pela 'reforma agrária' e ' programas sociais'... Deu no que deu!

Entretanto devo reconhecer que o mérito do ex-Presidente vai além da estabilidade econômica. Ao iniciar o processo de privatização, tão contestado pelos 'mais à esquerda', o Sr. Fernando Henrique sinalizou - e corretamente - o caminho para o futuro sempre prometido ao Brasil. Pena que não insistiu, que deixou-se levar pela busca da reeleição e nela apostou todas as fichas, queimou todos os cartuchos.

Se tivesse mantido o ritmo, e privatizado o quanto pudesse - incluindo-se aí Correios, Petrobrás, Banco do Brasil, entre tantos outros - teria minimizado os males da corrupção, já que evitá-los parece-me impossível. O aparelhamento do Estado promovido pelo PT, ocupando e negociando os cargos importantes nessas instituições, certamente é um dos maiores - se não o maior - foco de corrupção.

É evidente que a corrupção não se circunscreve somente à empresas públicas - entre as quais existem inúmeras sérias e sobre as quais jamais pesou qualquer denúncia. Mas a corrupção em órgãos públicos é a mais danosa, por atingir à todos os pagadores de impostos indistintamente - que não o são por opção, é obvio - sejam ricos ou pobres, normalmente prejudicando aos mais necessitados. E também é a mais difícil de descobrir e extremamente complexa para se combater. Afinal, não é todo santo dia que os interesses de um Roberto Jefferson qualquer são contrariados a ponto de provocar denúncias em público. Normamente as diferenças são resolvidas silenciosamente, e mal sabemos o que se passa, tal como uma tubulação de esgoto sob nossos pés.

O remédio, como já disse, foi sinalizado pelo ex-Presidente: privatização! E diminuição dos impostos! Quanto menos dinheiro circular na mão do governo, menor será a corrupção. Alguém duvida disso?

Nenhum comentário: