Google+ Followers

7.12.06

Afrouxem os cintos, o presidente sumiu !!!

O Brasil é mesmo o país da piada pronta. E piadas de mau gosto, quase sempre. Por isso o título acima.

Há pouco tivemos um gravíssimo acidente aéreo, com um número de vítimas fatais jamais visto. A primeira providência de nossas "otoridade" foi recolher o passaporte dos pilotos americanos - os culpados da hora. As "otoridade" criticaram a mídia, e o bravatismo xenofóbico anunciou que nossos sistemas de controle de tráfego aéreo estão entre os mais modernos do mundo... Como sou da área de tecnologia e procuro me manter informado, sei que "os mais modernos..." em questão incluem tecnologias moderníssimas... Da era do silício lascado, como brincam os profissionais da informática.

Mas isso não é tudo. As "otoridades" deram o tradicional tratamento sindicalisteiro de porta de fábrica ao problema... E deu nisso aí. Caos. E, como dizem os baianos, "Isso é apenas a bainha, a faca ainda vem por aí!". Ou seja: a tendência é piorar!

Creio ser essa a primeira crise mais séria do pós-reeleição. E o nosso dignatário-mor, o que anda fazendo? Ah, sim, montando o tal "governo de coalizão", não é? Aquele no qual "não há interesse por cargos", mas apenas um total desprendimento pessoal e compromisso com a tal governabilidade. Ahã. Já até imagino onde é que isso vai parar. Já vimos esse filme antes. E ai daqueles da oposição que se encantarem com o canto da sereia... Ainda vão pagar caro o 'apoio', quando vier o pior.

Nosso dignatário-mor, que anunciou moderníssimos aeroportos durante o horário eleitoral (aquelas obras investigadas por superfaturamento, lembram-se?), não aparece mais nas entrevistas, nos jornais... Creio que sequer tenha noção - interesse? - do que se passa. Afinal, quem viaja de avião é a burguesia, não é mesmo? Vá ver se o pessoal do "bolsa-família" está lá, nos aeroportos, escolhendo entre "janela ou corredor?" (debruçar na janela para ver o tempo passar ou dormir no chão, no corredor)? Claro que não! O problema não é com ele, o chefe dos chefes. Basta bater na mesa, esbravejar ordens, montar um "comitê da crise"...

Cadê o 'nosso líder', capaz de levar multidões ao delírio? Cadê o responsável maior por toda essa bagunça? Vai continuar a se esconder na ignorância do "nada sei" e a culpar os outros, "meninos", "aloprados" ou o culpado de plantão? Nada de entrevistas, nada de explicações sobre o grave problema. As matérias dos jornais nos dão a impressão que as companhias aéreas é que são responsáveis pelos problemas. E os passageiros - ou pacientes? - aparecem fazendo 'protestos bem humorados', com narizes de palhaço, vassouras de bruxa, etc... É a inovação. Depois dos criminosos e provas sem crime, agora temos os problemas com causas e conseqüencias, mas sem culpados.

Como já disse, essa é a primeira crise do pós-reeleição. Sou otimista por natureza, mas para mim, é o prenúncio do que está por vir. Que Deus nos ajude e nos proteja, pois parece que só nos resta apelar para Ele! Por enquanto isso ainda nos é permitido...

Nenhum comentário: