Google+ Followers

22.8.06

Medida moralizadora... Será que a moda pega?

Direto do Blog do Noblat e do Jornal do Brasil:

"Em medida inédita, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE) vai impugnar candidaturas de políticos com base na análise do histórico político e civil dos postulantes. O presidente do TRE do Rio, Roberto Wider, vai usar a permissão que a Constituição (artigo 14, parágrafo 9°) concede aos juízes eleitorais para avaliar a ficha dos concorrentes antes de aceitarem a candidatura.

Com a decisão, segundo Wider, o Rio se torna o primeiro Estado brasileiro a interpretar a lei no sentido de impedir que participem das eleições candidatos envolvidos em crimes comuns e de improbidade administrativa durante o exercício de algum cargo público."

Parabéns ao Rio de Janeiro!

Divirjo dos que consideram 'preconceito' contra o Noçço Guia Geniau dus Pôvus o fato de julgar necessária uma formação melhor para postulantes a cargos públicos eletivos, COMO OCORRE ATÉ EM CONCURSO PARA FAXINEIRA DE PREFEITURA!

Quem sabe, se assim fosse, o eleito poderia "ver", "ler", "ouvir" ou até mesmo "descobrir" as coisas que fossem acontecendo ao seu lado e sob sua responsabilidade.

Quanto à medida de moralização citada, temo que seja derrubada no TSE, que já mostrou à que veio...

Nenhum comentário: