Google+ Followers

23.4.07

Virgínia, Michael Moore, Colombine e MST... Algo a ver?

Quem tem olhos para ver, que veja. Quem tem ouvidos para ouvir, que ouça.

A cobertura que a mídia - especialmente a mídia deztepaiz - vem dando ao massacre na Virgínia é impressionante. Alguns querem nos fazer crer que a grande culpa é a da liberdade para a compra de armas naquele estado. São os mesmos que fizeram maciça propaganda pelo "SIM" no plebiscito e receberam um sonoro "NÃO". Mas a democracia só é válida quando comporta os resultados esperados por eles, não é mesmo? Por isso agora voltaram à carga. Eu resisto a tentação de fazer uso de um raciocínio lógico para analisar o que dizem. É um total desrespeito à nossa inteligência!!!

O tal assassino disse, nos seus vídeos, que os criminosos de Colombine eram seus heróis... Michael Moore teria como nos explicar isso? Afinal, é dele grande parte da responsabilidade pela transformação do episódio em um mito universal...

O rapaz disse ainda que seu ato era uma resposta de um ser indefeso... Hum, vejamos: um ser indefeso entra - armado com duas pistolas automáticas - em uma escola onde vários de seus ameaçadores algozes o aguardam armados, em sua prepotência, de esferográficas, mochilas, livros, cadernos e gizes... Entendi bem ou será preciso um desenho? Ai, esse discurso de 'excluído', de preto oprimido que tem direito de se revoltar contra os brancos opressores...

O script todo me traz também à lembrança as imagens de uma turba ensandecida, armada de foices, facões e enxadas, avançando sobre um pequeno grupo de policiais, que recuam e tentam se esconder atrás de um caminhão. Armados, atiram contra a horda, como último recurso de defesa. Morrem nove. O nome do episódio? "O massacre de Carajás". É preciso dizer algo mais?

Como dizem alguns articulistas, o comunismo precisa de cadáveres, e como sabe produzí-los aos milhões!

Esse tipo de mídia tem muita culpa nesses casos. E continua errando! Será apenas incompetência?

Posso estar totalmente enganado. Mas fazer essa leitura "social" do episódio, e dar publicidade ao caso e às declarações do terrorista em questão só geram incentivo para que outras mentes doentes busquem o mesmo... Não é?

Nenhum comentário: