Google+ Followers

2.4.07

Voltando ao ar... Ou ao chão, o que é melhor nesses tempos....

Semana passada recebi a visita de uma pessoa a quem prezo muito, quer seja pela experiência de vida, quer seja pela capacidade de raciocínio, pela profundidade dos conhecimentos e pela simplicidade com a qual consegue carregar tudo isso consigo.

Veio, como um anjo, me orientar, trazer alento e ao mesmo tempo me cobrar, chamar à responsabilidade. Me disse que temos responsabilidades, sim, quanto a reverter esse quadro de país agonizante, casa da mãe joana e fundo de poço no qual se transformou o Brasil. Creio ser desnecessário qualquer comentário ou citação de fatos para demonstrar isso...

Foi providencial. O momento em que vivo pessoalmente posso compará-lo à fantasiosa atitude do avestruz, que, frente ao perigo, enfiaria a cabeça em um buraco. Não é ato de covardia... É de completo desânimo. Espero que seja apenas uma fase...

Hoje recebi um e-mail de um grande amigo, a quem também muito admiro e considero, e que me cobrou da ausência aqui no blog... Confesso-lhe, meu caro, que já havia mesmo pensado em parar de escrever. Para quê? Para quem? Ser uma voz que clama no deserto das atitudes, do respeito às leis, da moral, do conhecimento? Difícil...

Mas esses dois 'anjos da guarda' conseguiram seu intento: não vou baixar a guarda! Vou morrer lutando...

Aguardem!

Um comentário:

tunico disse...

Vai voltar à ativa então? Posso tirar seu blog da lista dos que deram um tempo?